Marcelo Suartz é recebido pelo Presidente da República

Bolsonaro conversou com os medalhistas que representaram o Brasil no Peru e destacou sua participação por 4 anos na equipe de pentatlo militar das Forças Armadas: "A vida não era fácil. Centenas de horas ralando para lá na frente você botar em prática tudo que você treinou lá atrás, e entrava também a questão psicológica, mas o momento de uma medalha é inesquecível. É para sempre. É um símbolo que, ao botar na parede da sua casa, nos momentos difíceis, você pode olhar para aquilo e falar: 'olha o que eu ralei para conseguir aquilo. Não terei obstáculo que seja impossível de atingir meu objetivo'".

Nos Jogos Pan-americanos de Lima em 2019, a delegação brasileira emplacou o melhor desempenho de sua história e o segundo lugar no quadro de premiação, com 171 medalhas: 55 de ouro, 45 de prata e 71 de bronze. Uma delas é do boliche, com o paulista Marcelo Stuartz (na foto com o presidente da CBBOL, Guy Igliori), que veio para Brasília para o encontro com o Presidente da República Jair Bolsonaro. A recepção aos atletas medalhistas dos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019 foi na sexta-feira, dia 16 de agosto, às 14h, no Palácio do Planalto.

"É uma honra poder chegar ao órgão máximo do país e ter esse reconhecimento,  poder colocar o esporte lá em cima.  E é só o início, é so o começo. Se Deus quiser a gente vai ter mais vitórias e muito mais alcance de mídia daqui para frente - com os projetos de base e principalmente com os resultados", disse Marcelo Suartz.

Resultados do boliche

Com a prata nesta edição do Peru, Suartz agora soma uma medalha de cada cor em Jogos Pan-Americanos. Ouro em Toronto 2015 e bronze em  Guadalajara 2011, o atleta tem 3 das 4 medalhas brasileiras na história do boliche. A outra foi conquistada pela dupla Fabio Rezende e Rodrigo Hermes, em 2007. A modalidade está presente no programa dos Jogos Pan-Americanos desde 1991.  

"Parabenizamos todos os atletas que participaram deste Pan! Com um carinho especial parabenizamos os nossos atletas do boliche que lutam para trazer uma maior visibilidade para o nosso esporte.Parabéns novamente, Marcelo Suartz, por mais uma medalha em Pan-Americano", valorizou Guy. "Agora aguardamos ansiosamente o próximo Pan enquanto nos esforçamos para incluir o boliche no rol de esportes olímpicos", avisou o presidente da CBBOL.